Em meio aos esforços de combate a pandemia do novo coronavírus, a saúde de Apucarana segue intensificando medidas de enfrentamento a outro grave problema de saúde pública, a dengue. Além de dois caminhões fumacê que já vinham atuando na cidade desde maio, nesta semana outros dois da Secretaria de Estado da Saúde (SESA) vieram se somar a esse importante meio de eliminar o mosquito Aedes Aegypti com a aplicação de inseticida.

A Autarquia Municipal de Saúde orienta à população que deixa as janelas da casa abertas quando o fumacê passar em sua rua para o inseticida também agir sobre o mosquito que possa estar no interior das residências. Os dois novos caminhões fumacê vão atuar nos seguintes bairros: Distrito do Pirapó, Núcleo João Paulo, Loteamento Sol Nascente, Jardim Primavera, Núcleo Osmar Guaraci Freire, Veneza, Parque Industrial Oeste, Jardim Paineiras, Residencial Solar da Toscana, Jardim Espanha, Residencial Interlagos, Jardim Europa, Jardim Menezazzo, Vila São Carlos, Jaboti, Jardim Franca, Vila Regina, Jardim Figueira, Colônia dos Produtores, Residencial Orlando Bacarin, Núcleo da Fraternidade, Vila Apucaraninha, Vale do Sol, Jardim das Flores I, II e III, Vila São Carlos, Jardim São Pedro, Jardim Esperança, Jardim Santa Helena, Jardim Eldorado, Núcleo Parigot de Souza, Jardim Catuaí, Vila Formosa, Santo Expedito, Residencial Florais do Lago e Residencial Casarin.

Os dois primeiros caminhões fumacê estão agindo nas regiões do Distrito de Vila Reis, Núcleo Adriano Correia, Jardim Curitiba, imediações da FAP, Jardim Aclimação, proximidades do Colégio Polivalente, Recanto do Lago, Região do Colégio Agrícola, Núcleo Castelo Branco, Jardim Santos Dumont, Jardim Cerejeira, Jardim Colonial, Residencial Sumatra I e II, Residencial Jaçanã, Residencial Sabiá, Parque da Raposa, Jardins Novo Horizonte, Diamantina, Ponta Grossa, Vale Verde, Marissol, América, Trabalhista e Apucarana, além do Parque Bela Vista e Núcleo Habitacional Marcos Freire.

O trabalho do caminhão fumacê contra a dengue é realizada entre as 5h30 e 9 horas, e das 16h30 às 20 horas. A Divisão de Endemias da AMS reforça para a população manter as janelas de suas casas abertas para o inseticida agir contra os mosquitos que estão no interior das residências, além de proteger os animais, principalmente as aves, e os seus recipientes de água. Quer for apicultor deve avisar a secretaria Municipal de Saúde, telefone 3422-5888, solicitar divisão de endemias. É preciso realizar 5 ciclos da aplicação do inseticida, que se repete em média uma vez por semana.

O prefeito Junior da Femac lembra que a aplicação de inseticida, num primeiro momento, prioriza os bairros com maior número de casos da doença, mas será estendido para toda a cidade. “Seguimos firme também na prevenção e combate à dengue e todas as ações neste sentido são realizadas de forma permanente”, afirma Junior da Femac.

O diretor presidente de Autarquia Municipal da Saúde, Roberto Kaneta, informa que paralelamente a ação do caminhão fumacê, Apucarana está aplicando o inseticida contra o mosquito da dengue com a bomba costal da Autarquia Municipal de Saúde. Apucarana registra 769 casos de dengue e tem outros 185 em investigação.